APÓS VIOLÊNCIA DOMESTICA, HOMEM TENTA AGREDIR POLICIAIS E É PRESO

 

 A Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência, chegando no local  a solicitante informou que a duas casas no mesmo lote, sendo que nos fundos ela mora com a sua família, e na casa da frente mora a sua irmã, seu amásio, e um filho de 11 anos de sua irmã, cujo o pai da criança já é falecido, que amásio reside a cerca de 5 anos, que nesse tempo ele sempre fez o uso de bebida alcoólica, principalmente nos finais de semana, sempre que ele bebe ele começa a xingar a irmã da solicitante e o filho dela sem motivos, e isso vem se repetindo com frequência, que na data de hoje(20), por volta das 20h 30min, a solicitante foi até a casa de sua irmã para pegar a criança, pois ela ouvia da casa dela os xingamentos de amásio, sendo direcionados a criança e a sua irmã, palavras como, seu vagabundo, seu inútil, sua vagabunda, sua vadia, ao chegar na casa de sua irmã, a solicitante foi pegar o menino, momento em que maria entregou o menino, mas sua irmã começou ficar nervosa, gritar alto no intuito de tirar satisfações com amásio, solicitante, vendo tal situação, foi tentar conter sua irmã, para que ela se acalmasse, mas sua irmã estava muito agitada, a solicitante então foi pedir ajuda para seu amásio que estava deitado na cama, mas ele não deu atenção e simplesmente a xingou novamente de safada, dizendo pra ela se virar, a solicitante foi adverti-lo quanto a não ajuda e aos xingamentos, momento em que amásio desferiu um chute na cara da solicitante, causando uma lesão em seu nariz, tendo conhecimento dos fatos a equipe foi tentar conversar com seu amásio, porém esse estava com os animo alterados, não dando atenção para as orientações da equipe e xingando a solicitante a todo momento de vagabunda e safada, maria apesar de não falar e ouvir e dos acontecimentos, dava para perceber que ela ainda estava apoiando seu amásio e estava contra a sua irmã e contra a equipe policial que estava tentando resolver a situação.

 Novamente tentamos contato com seu amásio, porém esse não queria se identificar, ou seja passar seus dados para equipe, disse que para a equipe se virar, disse também que na casa dele ninguém colocaria os pés, a equipe foi tentar adverti-lo, porém este se mostrou insatisfeito, fechou o portão, entrou para dentro da sua casa, sentou na mesa e mostrou o dedo médio da mão direita para a equipe e mandou nós se fodermos, ato contínuo a equipe deu voz de prisão a ele por desacato, mas ele não acatou a ordem e investiu contra a equipe com socos e chutes, e também tentou pegar uma faca de cozinha que estava na pia, por esse motivo foi necessário o uso de técnicas de imobilização, e força moderada para conter a ação de seu amásio, resultando no mesmo, uma lesão na boca e algumas escoriações no joelho e nos dedos do pé, também foi utilizado algemas conforme súmula 11 do STF. A filha da solicitante, presenciou os fatos que vem ocorrendo na casa de maria e foi anexada como testemunha da situação, diante dos fatos encaminhamos as partes para a 20 SDP para serem tomadas as medidas cabíveis.

ENTRE EM NOSSOS GRUPO DO WHATSAPP E ACOMPANHE EM PRIMEIRA MÃO


Publicidade: