Veja quais são os goleiros mais decisivos do Campeonato Brasileiro 2020

Fotos: Infoesporte


"O goleiro João Paulo deixou de ser titular do Santos nos últimos jogos, mas os dados do Espião Estatístico mostram que ele é até aqui o goleiro mais decisivo do Campeonato Brasileiro. Em 19 partidas, ele sofreu 17 gols e fez 22 defesas difíceis quando a equipe empatava ou vencia por um gol, uma eficiência de 56,4% em lances difíceis em momentos decisivos da partida.

Dos cinco goleiros mais decisivos da competição por estes critérios, três são de clubes paulistas e dois de goianos, casos dos goleiros Jean, do Atlético-GO, e Tadeu, do Goiás. Jean sofreu 21 gols decisivos e 25 defesas difíceis em momentos decisivos, eficiência de 54,3%; Tadeu sofreu 28 gols decisivos e conseguiu 33 defesas difíceis decisivas, com uma eficiência de 54,1%.

Logo depois deles vêm Tiago Volpi, do líder São Paulo, e Cássio, do ascendente Corinthians. Veja abaixo o ranking com goleiros que atuaram em pelo menos 11 jogos, que representam uma participação em pelo menos 40% das rodadas, um padrão nos rankings do Espião Estatístico.

Foto: Espião Estatístico


ENTRE NO GRUPO DO WHATSAPP E ACOMPANHE EM PRIMEIRA MÃO!!!

Critérios
Tudo começou com uma pergunta: que goleiro você preferiria ter no seu time? Um que tivesse sofrido cinco gols e feito dez defesas difíceis ou um que tivesse sofrido dez gols e feito cinco defesas difíceis? A resposta que pareceu fazer mais sentido foi "depende do momento do jogo em que levaram os gols e fizeram as defesas. Se as defesas foram feitas quando o time empatava ou vencia por um gol, e os gols foram sofridos quando o time já ganhava por dois de vantagem, qualquer um é bem-vindo".

Então, escolhemos comparar os goleiros a partir de eventos decisivos: gols sofridos e defesas difíceis enquanto seus times empatavam ou venciam por um gol. Ou seja, gols sofridos e defesas difíceis que interferiam diretamente na pontuação da tabela de classificação no momento em que ocorreram.

*A equipe do Espião Estatístico é formada por: Bruno Saldanha, Caio Carvalho, Guilherme Maniaudet, Guilherme Marçal, Leandro Silva, Roberto Maleson e Valmir Storti.".

Fonte: GE