Homem é morto a tiros dentro de casa em Toledo

 


Por volta das 02h40min da madrugada de hoje (03/04) , uma equipe da equipe militar se deslocou até a Rua Cerro Corá, onde havia um indivíduo baleado. 

Ao chegar no local, foi constatado pela equipe que havia um homem caído no interior da residência vitimado por disparos de arma de fogo, aparentemente já em óbito. 

O indivíduo foi identificado como xxxxxxx. 

Conforme o relato da esposa da vítima, sra xxxxxxx, no momento dos fatos estavam no local ela, a vítima e o filho do casal que tem apenas 01 (um) ano de idade. 

A sra xxxxxxx relatou que ela e o marido estavam na área da residência conversando normalmente quando o filho do casal, que estava na sala, chorou e ela foi até a criança para alimentá-lo. 

Foi quando ela ouviu um barulho vindo da porta dos fundos da residência e alertou seu esposo dizendo achar que alguém teria entrado na casa.

A vítima então adentrou a sala da residência e se dirigiu para cozinha e fundos da mesma, momento em que deu de cara com um homem alto usando touca preta tipo "ninja" que ocultava seu rosto, com uma arma em punho e que sem dizer nada apenas começou a disparar contra xxxxxxx. 

A vítima foi atingida por 02 disparos na cabeça e 02 no braço e caiu na sala onde veio a óbito. 

A sra xxxxxxx ainda teria tentado entrar na frente da arma para tentar impedir que o elemento atirasse contra seu esposo  mas foi empurrada violentamente pelo autor dos disparos.

Conforme contou a sra xxxxxxx, pela mesma porta que o autor adentrou a casa ele saiu e ela não viu ou ouviu qualquer barulho de motocicleta ou automóvel que poderia ter dado fuga ao criminoso. 

A esposa da vítima disse para a equipe policial que seu esposo possuía passagens pela polícia, que já esteve preso e que era usuário de drogas e ainda que estaria sendo ameaçado através de mensagens de texto pelo celular, mas que a mesma desconhece quem seria o autor de tais ameaças. 

Esteve presente no local a equipe do SIATE/BM que deram o primeiro atendimento a vítima já constando o óbito que foi posteriormente reafirmado pelo médico do SAMU que esteve no local.

Acionadas as equipes da polícia civil do setor de homicídios e o IML que se fizeram presentes realizando o levantamento do local do crime com posterior recolhimento do corpo da vítima pelo IML.