Quanto custa um leito de UTI ocupado por uma pessoa com Covid-19



A ocupação de leitos de UTI tem sido um dos itens mais preocupantes das últimas semanas no enfrentamento à pandemia de Covid-19, causada pelo coronavírus. 

De acordo com o plano de enfrentamento à Covid-19 do estado e o contrato já pré-acordado com as administrações dos hospitais, cada leito ativado para a Covid-19 rende ao hospital uma "indenização" de R$ 800,00 por dia pelo compromisso de não ocupá-lo, deixando livre para pacientes Covid. Quando o leito vem a ser ocupado, o valor da diária passa para R$ 1.600,00 além do grande esforço físico dos profissionais da saúde.

Continue a leitura depois do anuncio.

O estado ainda paga uma diária de R$ 300,00 para os leitos de enfermaria ativados para pacientes contaminados ou suspeitos de estarem com o coronavírus, independentemente de ocupá-los ou não. “Há um repasse de R$ 6 milhões mensais do Ministério da Saúde para leitos de UTI habilitados pelo governo federal neste mesmo modelo. O ministério não reserva leitos de enfermaria”, acrescenta, citando que, além dos R$ 6 milhões repassados pela União, o estado gastou R$ 15 milhões por mês, nos últimos dois meses, em diárias de leitos de enfermaria e UTI.

Fonte: Gazeta do Povo