Lesões em diversos órgãos vitais podem ter matado Marília e equipe




Marília Mendonça, sua equipe e a tripulação do avião que caiu com a cantora podem ter morrido em razão de politraumatismo contuso.

A informação foi revelada, neste sábado (6), à Record TV pelo médico-legista Pedro Coelho, responsável pela necropsia na cidade de Caratinga, a 311 km de Belo Horizonte. 

Continue a leitura depois do anuncio.

"Trata-se de lesões contusas em diversos órgãos vitais. A gente ainda não consegue determinar qual veio primeiro, mas são diversas lesões possivelmente letais", explicou o especialista, que trabalhou na liberação dos corpos no IML (Instituto Médico-Legal).

Segundo o médico, material biológico colhido das vítimas foi encaminhado para o IML de Belo Horizonte, que vai ficar responsável pela conclusão das análises laboratoriais, toxicológicas e de anatomia. A data de liberação do laudo não foi confirmada, mas o legista disse que deve ser "em breve".

"Faltam apenas as análises do material biológico para tentar acrescentar alguma coisa ou anular qualquer outra situação que possa ter contribuído para as causas das mortes", concluiu Pedro Coelho. Segundo a Polícia Civil, quando as equipes de resgate chegaram ao local do acidente, todas as vítimas já estavam sem vida.

Fonte: R7



Envie sugestões de Pautas ou Fotos, e acompanhe as notícias em primeira mão.
Entre no nosso grupo do WhatsApp: Clicando Aqui