Projeto proíbe banheiros e vestiários públicos “unissex" em todo o País

Gleidson


O Projeto de Lei 4019/21 proíbe, em todo o País, banheiros e vestiários públicos “na modalidade unissex”. O texto se refere a estruturas multigênero, livres ou neutras que podem ser utilizadas por qualquer pessoa, não apenas as do gênero masculino ou feminino. A proposta tramita na Câmara dos Deputados.

Continue a leitura depois do anuncio.

As estruturas multigênero surgiram como uma maneira de respeitar o direito de pessoas transexuais e não binárias de usarem banheiros e vestiários públicos sem se sentirem desconfortáveis por conta de sua identidade de gênero.

“O uso de banheiros e espaços assemelhados no Brasil, na modalidade unissex, não diminuirá os casos de hostilização, humilhação e outros tipos de violência contra a população LGBTQIA+", afirma o autor do projeto, deputado Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF).

"A construção de uma sociedade melhor e mais inclusiva precisa ser trabalhada pelos pais e pela família, sem o mínimo possível de interferência dos atores externos", acrescenta o parlamentar.

O texto obriga espaços públicos, estabelecimentos comerciais e demais ambientes de trabalho onde já existam estruturas multigênero a modificá-las (finalidade e nome) para o uso apenas por pais com filhos de até 10 anos de idade.

O descumprimento da medida sujeita o infrator ao pagamento de multa a ser definida por órgãos de fiscalização de estados, de municípios e do Distrito Federal.

Tramitação
O projeto será analisado, em caráter conclusivo, pelas comissões de Desenvolvimento Urbano; de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara de Notícias



Envie sugestões de Pautas ou Fotos, e acompanhe as notícias em primeira mão.
Entre no nosso grupo do WhatsApp: Clicando Aqui
close